UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS

DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO

PROGRAMA DE COMPONENTE CURRICULAR

   TIPO DE COMPONENTE (Marque um X na opção)

  Disciplina
  Atividade complementar
  Monografia
X Prática de Ensino
  Módulo
  Trabalho de Graduação

   STATUS DO COMPONENTE (Marque um X na opção)

X OBRIGATÓRIO   ELETIVO   OPTATIVO

DADOS DO COMPONENTE

Código Nome Carga Horária Semanal Nº. de Créditos C. H.  Global Período
Teórica Prática
INT 0052 ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM ENSINO DE EXPRESSÃO GRÁFICA 4 45 90 6 135

Pré-requisitos
  • ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM ENSINO DE EXPRESSÃO GRÁFICA 3
Co-Requisitos Requisitos C.H. 0

EMENTA

Estágio supervisionado de regência de aulas de Geometria Gráfica em instituições responsáveis pela Educação Profissional Técnica de Nível Médio.

Vivência da prática docente de maneira global, o que inclui: análise do projeto político pedagógico da instituição, do curso, do programa da disciplina, do plano de ensino, das aulas, dos modelos didáticos, dos instrumentos avaliativos do diagnóstico final com base nos documentos oficiais dos níveis municipal, estadual e federal.

 

 

OBJETIVO (S)  DO COMPONENTE

METODOLOGIA

AVALIAÇÃO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

  1. ALVES, Nilda. (Org.). Formação de professores: pensar e fazer. São Paulo: Cortez, 1992.

  2. ANDRÉ, M. E. D. Etnografia da prática escolar. Campinas, SP: Papirus, 2005.

  3. BICUDO, M.A V. Pesquisa em educação matemática: concepções e perspectivas. São Paulo: Ed. UNESP, 1999.

  4. BRASIL, DPEM/SEB/MEC. Orientações Curriculares do Ensino Médio. Brasília: DPEM/SEB/MEC, 2004.

  5. BRASIL, INEP/MEC. Matrizes Curriculares do SAEB. Brasília: INEP/MEC, 2000.

  6. BRASIL, SEF/MEC. Guia de livros didáticos do Ensino Médio (PNELEM 2005): Matemática. Brasília: SEF/MEC, 2004.

  7. BRASIL. SEF/MEC. Guia de livros didáticos; 5ª a 8ª séries (PNLD 2005): caderno de Matemática. Brasília: SEF/MEC, 2004.

  8. BRASIL. SEF/MEC. Parâmetros curriculares nacionais + (PCNs +): Matemática. Brasília: SEF/MEC, 2000.

  9. BRASIL. SEF/MEC. Parâmetros curriculares nacionais; Matemática: 5a a 8a série. Brasília: SEF/MEC, 1998.

  10. BRASIL. SEMTEC/MEC. Parâmetros curriculares nacionais do ensino médio: parte I. Brasília: SEMTEC/MEC, 1998.

  11. CAMPOS, T.; NUNES, T. Tendências atuais do ensino e aprendizagem da matemática. Ano 14, n. 62, abr/jun. Brasília: INEP, 1994.

  12. CANDAU, V. M. (Org.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.

  13. HERNÁNDEZ, F.; VENTURA, M. A organização do currículo por projetos de trabalho: o conhecimento é um caleidoscópio. Porto Alegre: Artmed, 1998.

  14. LIBÂNEO, J. C ; OLIVEIRA, J. F.; TOSCHI, M. S. Educação escolar: políticas, estrutura e organização. São Paulo: Cortez, 2005.

  15. NÓVOA, A. (Org.). Vidas de professores. Porto: Porto Editora, 2007.

  16. PENIN, Sônia Terezinha de Souza. A aula:  espaço de conhecimento, lugar de cultura. Campinas, SP: Papirus, 1994.

  17. PIMENTA, S. G. O estágio na formação de professores: unidade teoria e prática? São Paulo: Cortez, 1994.

  18. PIRES, C. M. C. Currículos de Matemática: da organização linear à idéia de Rede.

  19. PIRONEZ, S. C. (Org.). A prática do ensino e o estágio supervisionado. São Paulo: Papirus, 2000.

  20. QUELUZ, A. G.; ALONSO, Myrtes (Org.). O trabalho docente: teoria & prática. São Paulo: Thomson, 1999.

  21. SÁ BARRETO, Elba Siqueira. Os currículos do ensino fundamental para as escolas brasileiras. São Paulo: Autores Associados/Fundação Carlos Chagas, 1998.

  22. ZABALA, A.  Prática Educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR


DEPARTAMENTO A QUE PERTENCE O COMPONENTE HOMOLOGADO PELO COLEGIADO DE CURSO
Departamento de Métodos e Técnicas de Ensino Licenciatura em Expressão Gráfica



ASSINATURA DO CHEFE DO DEPARTAMENTO ASSINATURA DO COORDENADOR DO CURSO

Estágio Supervisionado