UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS

DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO

PROGRAMA DE COMPONENTE CURRICULAR

   TIPO DE COMPONENTE (Marque um X na opção)

X Disciplina
  Atividade complementar
  Monografia
  Prática de Ensino
  Módulo
  Trabalho de Graduação

   STATUS DO COMPONENTE (Marque um X na opção)

  OBRIGATÓRIO X ELETIVO   OPTATIVO

DADOS DO COMPONENTE

Código Nome Carga Horária Semanal Nº. de Créditos C. H.  Global Período
Teórica Prática
FL 260 FILOSOFIA DA CIENCIA 60 0 4 60

Pré-requisitos Co-Requisitos Requisitos C.H. 0

EMENTA

Noções gerais sobre o problema do conhecimento. a ciência na história. estrutura e linguagem da ciência: termos, definições, hipóteses, experimentação, leis, teorias e modelos. a ciência como atividade humana.

OBJETIVO (S)  DO COMPONENTE

A disciplina tem por objetivo abordar alguns elementos presentes no ensino de ciências e discuti-los com base na filosofia da ciência.

METODOLOGIA

Aulas expositivas e seminários.

AVALIAÇÃO

Durante a disciplina será realizada a avaliação diagnóstica-formativa, acompanhando o progresso dos alunos e dos grupos em seu desenvolvimento nas atividades da disciplina. A avaliação será individual. Os critérios de avaliação dos trabalhos são: participação, organização, capacidade de aplicação do conhecimento.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. O problema do conhecimento.

2. A Ciência na história

3. Estrutura e linguagem da ciência.

4. ACiência como atividade humana.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

1. ABRAMCZUK, A. O mito da ciência moderna . São Paulo: Cortez, 1981.

2. ALVES, R. Filosofia da ciência: introdução ao jogo e suas regras. São Paulo: Ars Poética, 1996.

3. BACHELARD, G. Novo espírito científico. Lisboa: Edições 70, 1986.

4. HEGENBERG, L. Etapas da investigação científica. vol. 1 e 2. São Paulo: EPU-EDUSP, 1976.

5. JAPIASSU, H. Introdução ao pensamento epistemológico. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1992.

6. ___________ . O mito da neutralidade científica. Rio de Janeiro: Imago, 1981.

7. KAPLAN, Abraham. A conduta na pesquisa: metodologia para as ciências do comportamento. São Paulo: Heerder; EDUSP, 1972.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

1. KNELLER, George. A ciência como atividade humana. Rio de Janeiro: Zahar , 1980.

2. KUNH, T. S. A estrutura das resoluções científicas. São Paulo: Perspectiva, 2011.

3. LAKATUS, Imre; MUSGRAVE, Alan. La critica y el desarrolo del conocimiento: actas del coloqui internacional de filosofia de la ciencia celebrado en Londres em 1965. Barcelona: Grijalbo, 1975.

4. LAMBERT; BRITTAN. Introdução à filosofia da ciência. São Paulo: EDUSP, 1972.

5. LUCIE, P. A Gênese do método cientifico. Rio de Janeiro: Campos, 1978.

6. POPPER, K. R.  A lógica da pesquisa científica. São Paulo: Cultrix, 2007.

7. RICOEUR, P.; JAPIASSU, Hilton. Interpretação e Ideologias. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1990.


DEPARTAMENTO A QUE PERTENCE O COMPONENTE HOMOLOGADO PELO COLEGIADO DE CURSO
Departemento de Filosofia Licenciatura em Expressão Gráfica



ASSINATURA DO CHEFE DO DEPARTAMENTO ASSINATURA DO COORDENADOR DO CURSO

Conteúdo Disciplinares